Falsa caridade



“Mas todos nós somos como o imundo, e todas as nossas justiças como trapo da imundícia” – Profeta Isaías.

--

Trapo da imundícia era como se chamavam os panos da menstruação de uma mulher, Deus está aqui comparando as nossas “justiças” com os “panos imundos” que continham o fluxo menstrual. Deixe-me dizer o porquê de eu concordar com essa passagem. Tomemos o caso da recente destruição do Haiti.

--

Você acha que se o mundo quisesse, já não teria reconstruído o Haiti? Com apenas uma parte do lucro de uma empresa do porte de uma Nike, Microsoft (que fechou o ano de 2009 com um lucro líquido de 6,66 bilhões de dólares), Coca-Cola (que fechou o ano com o lucro em torno dos 6,824 bilhões de dólares) Ford, entre outras, você acha que já não conseguiríamos ter reconstruído o país mais miserável do ocidente?

--

Engraçado que o mundo só teve compaixão do Haiti DEPOIS do terremoto.

--

Você crê que se o mundo quisesse realmente ajudar o Haiti, já não teria feito? Se um país tem dinheiro suficiente para patrocinar um evento do porte das Olimpíadas, ou Copa do Mundo, ou o Super Bowl, ou qualquer outro evento esportivo desses; se o Kaká recebe de salário 705 mil euros por mês para jogar futebol (oh glória!); se Tiger Woods (golfista) recebe salário de mais de 75 milhões de dólares por ano para jogar; se empresas alimentícias chegam a pagar mais de 1 milhão de dólares por um comercial de 30-60 segundos na Televisão; se celebridades chegam a pagar 35 mil libras (126 mil reais) por uma taça de conhaque; não terão dinheiro para reconstruir um país do porte do Haiti?

--

Há pouco fiquei sabendo da regravação da música “We are the World”, que visou levantar fundos para ajudar o povo do Haiti. Engraçado é que, junto à música, foi feito um vídeo clipe, promovendo a imagem dos artistas, e várias entrevistas com os “bondosos” para os fãs. Me pergunto: Eles teriam feito o mesmo ato “bondoso” se não houvesse nenhuma forma de publicidade envolvida? Quantos artistas ou celebridades você acha que se disponibilizariam para ajudar, massivamente, o povo do Haiti, se não houvesse nenhum tipo de divulgação? Se não houvesse retorno algum para ninguém, eles ainda teriam se mobilizado para ajudar? Se “a mão esquerda”, não tivesse recebido nenhum reconhecimento da “mão direita”, haveria um “We are the world 2”?

--

Vocês conseguem entender a maldade e a idolatria nesses supostos atos de caridade? Não estou criticando o ato em si, acho bom que pelo menos alguma coisa esteja sendo feita, mas não é triste ver que o ser humano tem a coragem de lucrar e se promover com a miséria e destruição do outro.

--

Há aqueles que conseguem gastar mais dinheiro com produtos de higiene pessoal e maquiagem em uma compra de supermercado, do que em um ano de ajuda ao necessitado.

--

Não te enoja saber dessas coisas; saber que enquanto as “gostosonas” da Beyonce e da Lady Gaga rebolam e gemem em um microfone, e falam de “como é necessário ajudar o povo do Haiti”, elas, sozinhas, consomem em menos de uma hora o que um cidadão haitiano consumiria em meses? E depois disso, ainda tem coragem de ir à televisão dizer que “estão fazendo a sua parte”? Por favor!

--

Por isso repito: “Mas todos nós somos como o imundo, e todas as nossas justiças como trapo da imundícia”, “não há um justo sequer”, “ninguém que faça o bem”. Raros, raríssimos são os casos de caridade legítima.

--

Enquanto essas “putas” e esses cafajestes rebolam e se promovem com seus atos de “merda”, o povo Haitiano morre todos os dias por falta de auxílio. A minha pergunta agora é esta: Você vai ficar chocado por causa dos dois palavrões que eu usei propositalmente, ou pela injustiça que acontece no mundo? Quando você estiver compartilhando essas informações com alguém, você se lembrará mais da “puta” e da “merda” ou “dos pobres haitianos”? Reveja seus conceitos!

--

Com muita indignação e dor no coração, Guilherme Adriano. E que o Senhor Jesus volte para julgar todas as coisas com sua justiça Santa e perfeita!

Comentários

luca disse…
incrível, amigo amado...
gória a Deus por ele ter de dado essa palavra, cada dia sinto mais felicidade por ver Deus agindo e dando um pouquinho, mas pouquinho mesmo do que ele realmente é...

glória a Deus nosso soberano...
Anônimo disse…
Concordo com o que vc escreceu, com o coracao partido, chorando vejo a dor e o sofrimento do mundo. Mas em parte. Voce nunca conseguira erradicar a miseria do mundo, mesmo que todos os famosos e bilionarios do mundo se juntassem para matar a fome do Haiti, Africa, Brasil, nunca conseguiriam, porque Deus Disse, meu povo perece porque nao conhece as escrituras. Pao, roupas, agua eh o que mais o mundo mandou para o Haiti, mas a miseria continua porque mesmo nessa miseria e falta de tudo os homens violentam meninas , teve uma de 9 anos que engravidou. Dai eu pergunto, ajuda financeira vai mudar o carater das pessoas? Me aponte a solucao!!!!