Isso já é apelação!



Ah! Que legal, o verão está aí! Muito sol e diversão! Hora de usar seu sex-appeal! Essa é a época que todos aqueles que ficaram o ano todo na academia malhando esperavam, pois finalmente agora podem tirar a roupa!

Muitos já devem ter escutado essa expressão antes, “sex appeal”. Já ouvi muito essa expressão, principalmente na TV. No mundo da moda é bem comum, e sobre essa expressão gostaria de tecer alguns comentários.

Pense no que essa expressão está querendo dizer, “sex” “appeal”, apelo sexual.
Apelar = Usar algo de modo indevido, para resolver situação difícil. Dic. Michaelis.

Lembra das tardes que você gastava com seus colegas jogando vídeo game? O que acontecia quando um estava prestes a perder? Apelava-se! Além de apertar todos os botões do controle com muita força e muita velocidade, a pessoa que estivesse perdendo usava todos os recursos possíveis para ganhar, valia puxar o controle, gritar, atrapalhar o oponente, cobrir a televisão, abusar do uso de magias (Mortal Kombat) enfim, valia apelar!

Imagine a cena: Uma criança pequena, 4-5 anos, pede um brinquedo no supermercado, e os pais dizem não! O que a criança faz? Apela! Chora, grita, ofende de bobo, ameaça terminar a amizade, promete nunca mais dirigir-lhes a palavra, faz tudo o que for preciso para conseguir o que quer!

Um dos sinônimos para apelação, é súplica. Agora pense no termo “sex appeal” novamente.

Quando uma mulher vazia, se sente completamente rejeitada por um homem, ela faz o que? Apela! Faz o que for preciso para se sentir aceita!

Eu fico impressionado com a falta de pudor, a falta de vergonha! Será que ninguém mais se envergonha? Parece que ninguém mais sabe a diferença entre “público” e “privado”. Intimidade? O que é isso? Não se trata de “religiosidade”, se trata de “bom-senso”.

Mas antes de entrar nessa questão, como eu sei que deve haver alguns “Evangélicos pós-modernistas, renascentistas, anarquistas e cheios de graxa, quer dizer, graça”, e outros “religiosos medidores de santidade”, lendo esse post e pensando que sou mais um daqueles hereges farisaicos ou liberais, quero abrir um pequeno (...) para deixar um recado para vocês, pois não concordo com nenhuma das linhas de (não)-pensamento.

-----------------------
Um recado para o mundo Evangélico moderno, que “nunca julga a aparência”: Falar, debater, discutir sobre ética, moral e pudor, não é “...julgar a aparência...”, há uma grande diferença entre dizer “Você vai para o inferno pois tem tatuagens!” e “Será que realmente agrada o Senhor fazer uma tatuagem?”. Conversar com vocês é impossível, vocês mesmos que vivem dizendo para “não julgar”, acabam julgando aqueles que tocam no assunto “visual” e os rotulam como “fariseus/judaizantes”. Mas tudo bem, eu entendo que vocês passaram pela (EAAE) Escola Apostólica de Adestramento Evangélico, e que há uma dificuldade gigante de se desprender do valor das tradições liberais, e afinal, isso não importa Deus só quer o coração mesmo né? Discutir “looks”, não é “julgar aparência”, se preocupar com santidade não é Judaizar!

Um Recado para o mundo Evangélico Pentecostal “medidores de santidade”: Santidade não se mede com fita métrica! Saia até o calcanhar e cabelo comprido não é sinal de espiritualidade, ao invés de ficar se preocupando se “depila ou não” “pode ou não pode”, comecem a fazer algo diferente, usem o cérebro e leiam a Bíblia. Vocês tem uma preocupação doentia com aparência, se os liberais estão no extremo da Graça-liberal, vocês estão no extremo do Tradicionalismo. Vestimenta não salva, usar calça e cortar o cabelo não é sinal de possessão demoníaca.

Um recado para os dois mundos: Espero que um dia vocês possam ser libertos por Jesus de suas lideranças denominacionais.
-------------------------------

Fico triste em ver que as garotas crescem sem nenhum senso de “intimidade” e os garotos sem nenhum senso de “limites/respeito”.

Sex appeal! Mas pergunte-se, para que apelar sexualmente? Que tamanho desespero por atenção é esse que leva uma mulher a apelar, e expor sua virilha no shopping? Eu fico impressionado ao ver mulheres, no INVERNO, com a barriga toda de fora, o peito completamente descoberto, mini-saia, e dizendo: Ai que frio! Que doença psicológica leva uma mulher a fazer isso? Que tipo de desespero deve haver em alguém para que a própria saúde seja submetida à vaidade?

Estão todos apelando!

Todos estão abusando do uso de “algo” para, desesperadamente, conseguir outro “algo” ! Tanto homens como mulheres, todos suplicando, implorando por atenção! Imagine se todas as pessoas andassem pelas ruas gritando: Olha para mim! Olha! Meu cabelo é bonito não é? Olha meu corpo!
Mas eu não duvido que tem muita gente que, por dentro, anda gritando essas coisas! Gente assim é tão vazia que dá pena, e não digo apenas vazia de Deus, mas vazia de tudo! Gente que não consegue conversar por mais de 10 minutos!

Eu acredito que o mal dessa geração seja a vaidade, assim como gerações passadas tiveram problemas de preconceito latente e opressão, a nossa passa pelo problema da vaidade. Vocês acreditam, tem até “pastor” fazendo plástica, não para corrigir defeitos no lábio, na pele...por exemplo...mas sim pelo simples fato de, “não querer envelhecer”

Cuidar do corpo, ótimo! Se preocupar com a aparência, saudável! Agora, gente, bom senso! Nosso corpo é o lugar onde Deus habita, então deve ser cuidado e mantido saudável! Eu tomei um princípio, “o meu corpo será da minha esposa, será um presente para ela; meu corpo é a casa de Deus!” Assim eu sempre me lembro que devo cuidar dele, mas nunca demais, pois um dia, como meu primo falou, ele vai morrer! E daí, todo investimento que fiz nele vai para debaixo da terra!

Como comentei no Post (Cuidando da mente, Anathema...ou algo assim), nós somos mais do que um corpo! Mas, veja bem, ser MAIS do que corpo, não exclui o corpo de ser parte do que você é! O corpo é apenas o vaso que carrega você!

Mas essa apelação, na minha opinião, tem um motivo muito mais triste!

Os jovens vivem em crise de identidade, digo isso por mim! Eu sempre quis ser conhecido como o “engraçadinho” da turma. “O Guigo, aquele que sempre faz a gente rir, lembra?”. Está todo mundo correndo atrás de uma identidade alternativa, uns querem ser reconhecidos pelo talento, outros por bens materiais, etc...há infinitas identidades que a vida oferece. Estou falando em especial, nesse Post, sobre aqueles coitados que buscam uma identidade na aparência.

“Lembra do Fulano de Tal, aquele que sempre tinha um cabelo colorido; aquele que tem um corpão; aquela que tem as unhas sempre compridas e o cabelo super-liso”. O problema dessas identidades alternativas, é que elas têm um prazo de validade muito curto. Mas como filho de Deus, não preciso mais de uma dessas, já tenho uma que não expira nunca!

Sou filho adotivo de Deus!

Tem gente apelando sexualmente para conseguir uma identidade dessas!

Lembro de uma cena que vi em 2005, 2006 (naquela época não conhecia Cristo ainda), estava na Oktoberfest, em Blumenau, e vi uma mulher vestindo sapato de salto altíssimo, uma mini-saia que permitia a todos verem o início das nádegas da moça, e uma blusa completamente rasgada, sem mangas que permitia ver a parte debaixo dos seios da moça. E na camisa estava escrito algo como...se você quiser, eu te dou....uma cerveja. Um homem passou por ela e disse algo como, “posso ver?” Ou, “posso tocar?” Vocês acreditam que a moça se ofendeu? E ainda chamou o cara de porco! Não estou dando razão para ninguém ali, os dois estavam errados, mas vocês não acham engraçado que essas mulheres vazias tiram a roupa, para chamar a atenção dos homens, e depois que eles olham, elas os ofendem e chamam de porco pervertido!?

Ninguém mais sabe quais partes do corpo são as partes íntimas?

E não me venha com, “mas cada um decide o que é intimo em si”! Pois o seu limite acaba quando o meu começa!

Então esse papo de, “eu leio playboy mas não peco, eu entro em uma piscina cheia de mulheres usando mini-bikini, e não sinto nada” tem duas explicações, ou você está mentindo, ou você está doente, pois se o seu corpo não reage diante do corpo nu, seminu, do sexo oposto, você tem distúrbios graves.
Então como pode uma mulher dizer: Pervertido é quem olha com má intenção! Se estiver de barriga e seios de fora? Será que, nesses casos, a culpa é só do homem? Será que a culpa é só de quem olha? Quem mostra, sai ileso?

Escrevo isso porque os crentes tem medo de falar dessas coisas, eles preferem sempre jogar a culpa no homem, “por ter olhado com indecência”, mas se a mulher se VESTIU com indecência, a culpa é dela também! Mas uma vez, baterei na mesma tecla, para que fique claro, não estou sugerindo que todos saiam nas ruas com manga comprida e saia longa, mas que se vistam com bom senso, só isso, para que a gente saiba diferenciar quem trabalha na BR 101 e quem está passeando!

Quem apela sexualmente, está pedindo para ser tratado(a) como objeto, e não como gente! Porque quando um homem olha para uma mulher que está vestindo uma micro-saia e camisa curta, você pode ter quase certeza que ele não está pensando no caráter da mulher, nem interessado em saber o que ela gosta ou não.

O homem que olha com lascívia, está invadindo a privacidade alheia, pecando em sua mente, mas o pecado não é só do homem, mas também da mulher que QUIS mostrar.

Já diz o ditado: Quem brinca com fogo...

Meu amigo me contou uma cena que ele viu. Era já noite, e havia uns dois homens encostados no muro, na frente de um lugar público, passou por eles uma mulher “semi-vestida”, e os rapazes disseram de tudo para ela. Logo em seguida passou outra, muitas vezes mais bonita do que a primeira, mas estava vestida de uma forma que não chamava a atenção, ninguém mexeu com ela, passou sem mesmo ser notada!

Essa geração “malhação” deveria reaprender o significado da palavra vergonha, já que ninguém mais sente isso. Estar pelado ou não, não faz diferença.

Termino o Post com esses textos que me fizeram repensar o meu relacionamento com Deus.

...apresenteis o vosso corpo, por sacrifício vivo, santo e agradável...Romanos 12.1
...mas oferecei-vos a Deus, como ressurretos dentro os mortos, e os vossos membros, a Deus, como instrumento de justiça...Romanos 6.13

Deus se importa com o que você veste e como você cuida do corpo!

Guilherme Adriano

Comentários

Anônimo disse…
que bravo.. nao manda dizer, escreve tudinho.
Estas certo Gui, mas as mulheres que mostram quase tudo precisam desessperadamente de Jesus... quando esse lugar esta vazio preenchem com vaidades.. Lembra do filme o Advogado do diabo??
E' muito triste de ver que as que conhecem para serem moderninhas acabam fazendo o que o mundo manda...
Beijos

Mamae
Anônimo disse…
UHUUULLLLL!!!!! É esso ae!!!
Anônimo disse…
Mas uma vez, baterei na mesma tecla, para que fique claro, não estou sugerindo que todos saiam nas ruas com manga comprida e saia longa, mas que se vistam com bom senso, só isso, para que a gente saiba diferenciar quem trabalha na BR 101 e quem está passeando!

Acho que muitas coisas ficaram bem resumidas no trecho.
Guigo, realmente gosto do teu blogg. Acredite ou não, mas é de grande valor pessoal, pelo menos para mim. Com teus posts já pude melhorar antigos conceitos que tinha em mente e, logo, criar novos.
Espero que continues escrevendo e expondo teus pensamentos,afinal,tu és ótimo fazendo isso.
Aquele aperto de mão!
dress_izumi disse…
muito bom...concordo plenamente!
Takamatsu disse…
Praticamente sem palavras...
Quisera que nossos semelhantes fossem realmente hominídeos pensantes, como você é.
Meus Parabéns, seja pela visão lógica, racionalidade, ou pelo que quer que chame esse senso de religiosidade.
Quebrando dogmas, sem medo de dizer o que pensa, passando por cima de pessoas que enganam a elas mesmas saindo da condição de filhas de Deus para elevar seus próprios anseios, mandamentos e vontades à condição de palavras de Deus.
Espero que aceite mais um seguidor do blog, parabéns.
Luan "Takamatsu"
Este comentário foi removido pelo autor.
Pow Guilherme realmente qdo leio os posts do teu blog, recebo coisas novas, confrontantes, confirmadoras, sou edificado, graças a Deus!

Realmente o apelo tem sido recurso pra quem quer ser notada, existe uma necessidade de aceitação muito gde, alguns e/ou algumas até nem agem com lascívia pra serem "vista", mas pegam o modelo de quem apela pra isso. Eu msm tive dificuldades, lutava pra ser aceito, queria aparecer de alguma forma,mas qdo recebi o E.S. e aprendi que Ele me aceita assim, e me fez assim, passei a me aceitar, então a necessidade de ser notado nao me atrai mais, na vdd todos somos um "pouco" notados afinal somos únicos. Mas quem vive nessa apelando pra sexualidade, pra se sentir amada, importante, valorosa, (e isso tb eh visto dentro de denominações de religião evangélica)tem um cratera interior, que eh do tamanho do amor de Cristo, e nós temos que marcar essas pessoas com amor d'Ele, passar por elas/eles e fazer uma diferença, vamo "ajudar" quem busca aceitação a aceitar o amor de Cristo e consequentemente a si mesmo. Foi benção demais esse post, Deus abençõe todos nós galera!!!
Este comentário foi removido pelo autor.
desculpe pelos comentários removidos, eh q tinhda dado "pau" aki e achei q nao tivesse ido a postagem :P